Estudo de caso: CJ Cheiljedang definindo a tendência por EPD na Coreia do Sul



A CJ CheilJedang tornou-se a primeira empresa da Coreia do Sul a registrar uma EPD no International EPD® System. A empresa liderou o desenvolvimento da indústria alimentícia coreana nos últimos 60 anos e contribuiu para o desenvolvimento da indústria de bioengenharia como a principal empresa de alimentos do país. A CJ Cheiljedang tem sua sede em Seul e fabrica ingredientes alimentícios, alimentos e outros produtos. Sua primeira EPD é para o macarrão de vidro, um tipo de macarrão transparente feito de amido e água.

Nós tivemos a chance de encontrar com o representante deles, Sangbyeong Kim, para fazer algumas perguntas:

Por que vocês escolheram criar e publicar uma EPD? Nós decidimos por duas razões principais. A primeira é que estamos exportando nossos produtos globalmente e vemos um interesse crescente por esse tipo de informação sobre produtos, como por exemplo, a iniciativa europeia sobre a pegada ambiental do produto. Assim, nós queremos estar prontos para esse desenvolvimento e descobrimos que publicar a primeira EPD foi uma boa maneira de fazer isso.

A segunda razão é o benefício da perspectiva do ciclo de vida dos produtos oferecido pela EPD. Na Coréia, nós nos concentramos principalmente na pegada de uma organização ou em um local de fabricação específico. A EPD oferece uma nova maneira de pensar a partir da perspectiva do produto.

Quais foram as reações de seus clientes e partes interessadas na Coréia em relação à EPD? A EPD foi publicada muito recentemente e ainda estamos em uma fase inicial. Espero organizar uma reunião com as partes interessadas para explicar a EPD e a ACV de alimentos, pois eles não estão acostumados com este tipo de informação.

Como a EPD se encaixa no trabalho ambiental da CJ CheilJedang? Vejo três maneiras principais de usar a EPD como uma ferramenta neste trabalho: 1) educar nossa própria equipe em questões ambientais e a perspectiva de produtos como uma nova maneira de pensar, 2) colaborar com outras empresas, como fornecedores e outros e 3) para se comunicar com os proprietários da empresa.

Qual é o próximo passo? Eu gostaria de ver a EPD para mais produtos, e espero que esta primeira EPD possa ser o começo de uma nova tendência para empresas de alimentos na Coréia. Podemos ser um criador de tendências, mas não podemos mudar a cultura sozinhos: para isso, precisamos colaborar.

Para acessar a EPD da CJ Cheiljedang, clique no link.

#EPD #Comunicação

© 2020 Fundação Vanzolini