Ecodesign

O Ecodesign é o conceito de levar em consideração questões ambientais ao projetar e desenvolver novos produtos ou ao atualizar produtos existentes. Também pode ser referido como Design for Environment (DfE), design ecológico ou, design ambiental.

A EPD e a avaliação do ciclo de vida (ACV) podem ser utilizadas como forma de medir os impactos e otimizar os processos.

Por que as EPDs são apropriadas

Uma EPD inclui todos os impactos ambientais relevantes e o ciclo de vida completo, isso evita sub-otimizações que podem ocorrer em avaliações com base em alguns critérios ou em apenas uma parte do ciclo de vida.  As EPDs podem, por exemplo, demostrar que a fase de uso, em vez da fase de produção, é o estágio do ciclo de vida que causa o maior impacto ambiental.

A metodologia de ACV utilizada para a elaboração de EPDs no programa EPD Brasil® oferece um benefício para o uso de material reciclado e para a concepção de produtos que podem ser reutilizados ou reciclados, dessa forma, orientando para produtos que fazem parte de uma economia circular.

Uso de EPDs em Ecodesign

Em muitas empresas, o trabalho ambiental interno tem sido cada vez mais focado em questões relacionadas ao produto. Esta é uma conseqüência do fato de que, uma vez implementada uma gestão ambiental, as medidas ambientais iniciais geralmente se concentram no que se denomina "low hanging fruits", ou seja, medidas que a curto prazo economizam custos, principalmente relacionados à eficiência energética e geração de resíduos.

 

Essas medidas geralmente estão ligadas à melhoria do desempenho ambiental de uma organização. No entanto, quando essas medidas não são mais óbvias e fáceis de prever, as organizações que possuem um sistema de gestão ambiental (SGA) podem ter que mover seu foco das questões organizacionais para o foco no produto, que é o que eles vendem e fornecem ao mercado .

 

Neste quesito, as EPDs se concentram diretamente nos produtos, assim, podem ser muito úteis como uma ferramenta de informação estratégica para se estabelecer as futuras prioridades. As EPDs fornecem uma maneira de identificar os aspectos ambientais mais significativos afim de melhorar os produtos. Esta abordagem abrange questões relacionadas ao produto, como o consumo de energia, as emissões de gases de efeito estufa (GEE), consumo de materiais e recursos naturais, geração de resíduos e emissões de substâncias perigosas.

Uma organização que faz uso de EPDs pode acompanhar facilmente e informar as melhorias no desempenho ambiental de seus produtos, tanto internamente como externamente. Desta forma, as EPDs podem servir como um componente de apoio vital e servir como um indicador no desenvolvimento de produto, focalizando no que é relevante.

Como usar as EPDs

Existem duas maneiras principais de usar EPDs e a ACV no ecodesign:

(1)     Ferramenta para avaliação / benchmark

A EPD de uma linha de produto de uma empresa pode ser analisada para encontrar os estágios do ciclo de vida e os impactos ambientais mais significativos. Isso fornece uma lista das áreas mais prioritárias para se concentrar e direcionar à melhoria durante o desenvolvimento de produto. Os produtos conceito  podem ser avaliados usando a ACV nos diferentes estágios do ciclo de vida. Ao usar as regras de cálculo da mesma PCR ao avaliar projetos de produtos conceito, a comparabilidade é assegurada.

(2)     Comunicação externa de melhorias

Quando o novo produto estiver finalizado e a produção iniciada, uma EPD pode ser elaborada e publicada para comunicar os benefícios ambientais da aplicação do design ambiental em que se baseia. Ao usar as mesmas regras de cálculo ao longo do processo de projeto e desenvolvimento, a realização do estudo final será mais direta.

© 2019 Fundação Vanzolini